Contribuições de um hospital-dia para as redes de apoio social a pessoas com transtornos mentais

Cesar Augusto Trinta Weber, Mario Francisco Juruena

Resumen


Objetivo: Identificar as práticas terapêuticas de um Hospital-Dia em Saúde Mental dirigidas ao suporte às redes de apoio social a pessoas com transtornos mentais. Metodologia: Estudo qualitativo, exploratório, descritivo associado às técnicas de observação participante, entrevistas e revisão documental realizadas no período de 31 de março a 17 de abril de 2014, no Hospital-Dia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - HD/HCFMRP/USP. Resultados: O Grupo Comunitário de Saúde mental do HD/HCFMRP/USP se constitui em uma das abordagens terapêuticas do plano terapêutico para os pacientes em tratamento sob o regime de semi-internação, ao mesmo tempo em que se consolidou como uma estrutura para além do Hospital-Dia. É uma atividade aberta à comunidade e objetiva ser um espaço para o exercício dialogado de apropriação e comunicação de vivências cotidianas. Discussão: A Terapia Comunitária Integrativa vem se consolidando como uma nova tecnologia de intervenção psicossocial caracterizado por acolher, escutar e cuidar dos sujeitos e de seus sofrimentos. É um espaço de promoção de encontros interpessoais e intercomunitários, de compartilhamento de experiências e acumulações de vida de forma a valorizar cada uma das histórias de vida dos participantes, resgatando a auto-estima, a confiança em si, na perspectiva de ampliação da percepção dos problemas e do consequente vislumbrar de possibilidades de suas resoluções a partir das competências locais.



Palabras clave


Apoio Social; Hospital-Dia; Psiquiatria Comunitária; Saúde Mental

Texto completo: PDF (Português (Brasil))